domingo, 4 de janeiro de 2009

A velha


14 comentários:

Eu sei que vou te amar disse...

Imagem que retrata tao bem que nada e velho, a sabedoria intimamente ligada as raizes, resta sempre um aprendizado mesmo nas coisas a que damos o nome de "velhas", pois nelas fica sempre uma historia...
Beijo doce

Fernanda disse...

Parece mesmo, sim, uma figura humana, daquelas que já viveram o suficiente para nos impressionarem com a sua sabedoria, expriência e humildade.
É uma velha sim.
E tu conseguiste descobri-la e dar-lhe vida, aos nossos olhos.
Parabéns, a prespectiva que lhe deste, ainda lhe dá mais força e intensidade.

DarkViolet disse...

Cada pedra pode saltar, nenhuma sabe voar sem a colheita das arvores

Pedrasnuas disse...

Naela as coisas que tu desvendas...
Sabes,
os comentários dos Amigos muitas vezes ajudam a me descobrir!Podes não acreditar mas é verdade!

Gostei muito do teu comentário!
Beijo doce

Pedrasnuas disse...

Fernanda,a mim pareceu-me mesmo uma daquelas mulheres do campo...foice ao ombro,botas de água ...pele vermelha e partida pelas intempéries...força de trabalho...acordando ainda de noite para fazer o almoço ao "Ti Manel"!E lá vai ela regar a fazenda...sempre sozinha...os filhos embarcados... uma vida sofrida !E aprendeu a interpretar a natureza pelo simples olhar !

Obrigada...gostei do comentário!

Pedrasnuas disse...

Dark obrigada pela visita

observatory disse...

nao.

a natureza nao é artistica.

ou é?

:)

Pedrasnuas disse...

Observatory a arte existe onde queremos encontrá-la...depende da informação que existe no cérebro!É óbvio que nem tudo é arte!!!Nem pensar!

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, bela fotografia...bela forma da Natureza...Espectacular...
Um abraço

Pedrasnuas disse...

Oi Chana!Bom dia!
Obrigada
Um abraço

O2 disse...

È espantoso, como para algumas pessoas até as pedras tem uma forma de vida..., a verdadeira arte reside nesse estado, de surpreender-mo-nos num instante de luz com o que de mais belo existe á nossa volta,... evoca-lo é a mais pura forma de grito, quanto a mim, o gesto mais são de rebeldia, um modo de estar apenas alcançado pelos mais atentos.

Parabéns.

Pedrasnuas disse...

02 basta ter um cérebro que não seja cego!
Tens toda a razão no que afirmas!
Obrigada

Parapeito disse...

e o que diria esta pedra se falasse?
Decerto que iria contar velhas histórias :)

Pedrasnuas disse...

Contaria de certeza Parapeito! Histórias centenárias...nunca relectimos sobre isso!