quarta-feira, 3 de março de 2010

Apenas a carícia voluptuosa do sol...


19 comentários:

Lala disse...

e ali, naquele silêncio entre ele e o sol parece intocável.

bela imagem!

Manuela Santos disse...

e que boa é a carícia do sol...
beijinhos,
Manuela

Brown Eyes disse...

Sabe tão bem essa carícia. Há tanto tempo que não a sinto.
Beijinhos

tossan disse...

Vi todo o blog e gostei das tuas fotos que me valeu muito a visita. Beijo do Brasil

linda lourenco disse...

lá..estava a gaivota apoiada sobre as pedras nuas,buscar um pouco de reconforto,um pouco de paz,e de sol
Que sem ele,nada seria...

Com Carinho
bejinhosssssss!
Obrigada pelas tuas Palavras,deixados no meu blog.

linda.

Gingerbread Girl disse...

opá... mete-me pena a gaivota. :P

ADiniz disse...

Na travessia entre os contentes, sobrevoei por hrs e tudo o que via era uma mar imenso a engolir meus olhos é quando sinto uma brisa a mudar o norte de meu vôo, cansada, já não sei onde estou só sei que vôo por ai, logo que me sentir forte, outra xs.

Bjinhos Pedrasnuas e um bom final de semana pra vcs
Este é um Atoba?! Eles são belos companheiros de proa.

VANUZA PANTALEÃO disse...

Que imagem tocante!
Poucos têm esse olhar que sabe captar as carícias que o sol e a vida nos oferecem. Você o possui, amiga.
Estou enternecida e feliz por ti e pela população dessa Ilha sagrada, a Madeira.
Sempre aqui estará o meu coração!
Final de semana iluminado!!!Bjsss

Eu sei que vou te amar disse...

Os raios que contornam este momento, a luz do Sol que acaricia a pele e os olhos se perdem na infinita beleza deste instante!
Um beijo cheio de Sol

Olga disse...

Lindissima a foto. Parabéns. Também tenho saudades do solinho...

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Sempre que percebo o sol,
percebo-o com sua intensidade e sua força.
De sua intensidade nasce a vida,
que se alimenta de seus raios fortes e brilhantes.
Sejamos como o sol.
Irradiemos sentimentos que acariciem
os espíritos que necessitem.


Feliz dia da mulher.
Para mim este dia dura o ano todo.

Teresa disse...

Não sei que passaroco é este, mas seguramente está feliz e confortável. Palavras para quê?
Bjs

JPD disse...

No Odisseia, há muitos relatos de crias de aves neste desamparo.

As progenitoras ou sairam para trazer alimentos para as crias; ou sairam e não voltarão porque foram feitas prisoneiras ou morreram.

O desamparo é sempre desolador.

Bjs

Helga disse...

A carícia do sol... que saudades, de me deixar acariciar. A foto... fantástica!

Bjs :)

Angela Reis (Luna) disse...

O silêncio, a entrega, a carícia, embala e aquece o coração, entre ele e o sol.

Bela imagem! Sempre a captar o belo! Obrigada!

Te adoro!

ótimo domingo! Jesus te abençõe!

Lilá(s) disse...

A foto está linda e que sorte a gaivota tem, SOL! por aqui só chuva...
bjs

clic disse...

Quase milagre... :)

linda lourenco disse...

olá;) um lindo selo está a tu espera no meu blog
Beijosssssss
Linda

Catsone disse...

Essa foto tem a ver com o outro poema?
Gostei muito.
*