segunda-feira, 8 de março de 2010

Silenciosamente apanhada.


10 comentários:

Brown Eyes disse...

Não terá sido silenciosamente picado também? As silvas, que se desenvolvem incontroladamente deixam muitas vezes marcas a quem se atreve a roubar-lhe o fruto. Beijinhos

Silenciosamente ouvindo... disse...

Esta foto dá para fazer várias
divagações.
Bjs./Irene

continuando assim... disse...

convite para assistir à história de Alice, lá no

-- continuando assim... --
ainda vai no capítulo 4 , e tanta história para contar :)

bj
teresa

clic disse...

Palavras para quê?!... :)))

Braulio Pereira disse...

ouvi o silencio e vim


beijo e poesia!!

Braulio Pereira disse...

obrigado pelo teu carinho

me motivas. sou feliz
ter leitoras
como tu. é gratificante para mim

dá-me poesia

adoro ler-te

beijos!!!

Olga disse...

Muito cuidado, devagarinho... muito saborosas, também costumava apanhar e comer. Adorei a foto e a ideia. beijinhos.

JPD disse...

Perfeito contraste entre o orgânico e o vegetal.

Saudações

[ rod ] ® disse...

Suas fotos em silêncio traduzem a imensidão do que se pode e quer desejar... perfeita moça!


Aproveito e convido-te a ler-me num novo blog que estou contribuindo às quintas-feiras!

http://confrariadostrouxas.blogspot.com/2010/03/tolo.html

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela fotografia...Espectacular....
Um abraço